domingo, 9 de julho de 2017

Como Ficar mais Inteligente Simplesmente Perdendo Alguns Hábitos Mentais


Nessa virtual e quixotesca ilhota do D.r Moreau, mais conhecida como "internet brasileira", existem várias listas de dicas  supostamente destinadas a ensinar como aprimorar as habilidades cognitivas e adquirir um comportamento (físico, verbal e mental) mais inteligente.

A maioria delas se pauta por conselhos positivos; do tipo "faça isso, faça aquilo e não deixe de fazer aquilo outro também". Algumas dão dicazinhas bem pitorescas, como o vulgar e estúpido "leia mais". Um conselho que, à primeira vista, pode parecer até inócuo, mas que carrega em si a terrível premissa de que, para ficar mais esperto, basta apenas aumentar a quantidade de leitura, omitindo o fato de que a qualidade da leitura é fator extremamente mais importante. Qualquer bom leitor sabe que há leituras e leituras. E qualquer bom leitor sabe -ou deveria saber- que alguns textos emburrecem muito mais do que outros. (Quem vai dizer que Main in kampf  tornou algum Alemão mais inteligente? É um livro que não importa quantas vezes você o leia, vai ser sempre um livro burro que só faz destilar burrice).

O que acontece é que, assim como há mais pessoas burras do que inteligentes no mundo, há mais livros burros do inteligentes. Principalmente numa era em que qualquer imbecil pode escrever um livro (ou um texto num blog na internet).  Daí que por conta dessas dicas mequetrefes e deploraveis, elaborei esse texto para propor uma lista de dicas diferenciada. Não que eu seja uma sumidade em como ficar mais inteligente (não que eu sequer seja inteligente), mas simplesmente porque ao longo de minha prática autodidata descobrei  algumas coisas que, se não me fizeram diretamente mais esperto, aos menos diminuiram consideravelmente minha burrice. Assim, se esse guia não te fizer mais esperto, ao menos vai te ajudar a diminuir aquela burrice universal que acomete a todos nós - e à alguns mais que a outros.

Ao contrário da maioria das listas disponíveis online, esta vai ser mais longa, vai incluir uma série de postagens subsequentes  e vai se pautar numa abordagem negativa. Abaixo seguem as dicas e os links para acesso aos textos. Irei inserir os links na medida em que for escrevendo os textos. Façam bom uso.

Dicas:


2.Não acredite em algo só porque uma suposta autoridade afirmou.

3.Não delegue a responsabilidade pela sua instrução.

4.Não julgue baseado-se apenas no que você sabe.

5.Não seja dominado por memes e pelo desejo mimético

6.Não seja dominado pela normose.

7.Não debata com quem não sabe de nada e não está a fim de saber

8.Não tenha medo ou vergonha de mudar de ideia

9.Não tenha medo de ficar sozinho porque você pensa diferente.

10.Não esqueça de que você  sempre pode melhorar em qualquer prática ou assunto.

11.Não tenha medo de assumir sua ignorância.

12.Não se restrinja à uma única fonte

13.Não acredite que o Dicionário é o pai dos burros

14.Não consuma cultura indiscriminadamente

15.Não é a forma e nem o assunto que te faz inteligente



Nenhum comentário:

Postar um comentário